Globo reduzirá consumo de dados de seus serviços de streaming

Por que o Instagram decidiu banir filtros que alteram feições dos usuários
22 de março de 2020
Surgem golpes na internet que se valem da quarentena para atrair vítimas
27 de março de 2020

A Rede Globo anunciou que seu serviço de streaming, o Globoplay, e suas outras plataformas de vídeos terão limitação no volume de dados trafegados. As mudanças passam a valer a partir da próxima segunda-feira 23 e têm como motivação a crise causada pelo coronavírus.

“A medida tem como objetivo gerar um perfil de consumo mais conservador para evitar um possível colapso da infraestrutura de troca de tráfego público e também garantir uma experiência de qualidade em todas as plataformas”, diz nota da emissora.

Com a decisão, a exibição de filmes, séries e demais programas em qualidade de imagem 4K e Full HD (1080p) serão temporariamente suspensos. A maior resolução disponível para conteúdos ao vivo será HD (720p). Em contas da emissora, um capítulo de novela com 60 minutos em Full HD, que anteriormente consumiria, 2,5 gigabytes, passará a gastar menos da metade: 1,2 GB.

A mudança atinge o portal G1, GloboEsporte.com, GShow e Globosat Play — onde está hospedado o canal de notícias Globonews. “A medida só afeta o tráfego de dados, não havendo limites para a quantidade de vídeos nem para o total de horas consumidas”, conclui o comunicado.

Continua após a publicidade

Europa

A velocidade dos vídeos do Facebook e Instagram na Europa será temporariamente reduzida para evitar um congestionamento da internet, devido ao aumento do acesso em plena epidemia da Covid-19, anunciou neste domingo (22) a sede das redes sociais.

Netflix e Google também adotaram medidas semelhantes.

“Para ajudar a limitar um potencial congestionamento da rede, reduziremos temporariamente a velocidade binária para os vídeos do Facebook e Instagram na Europa”, declarou um porta-voz do Facebook, citado em comunicado.

Continua após a publicidade

Na quinta-feira, a Netflix também anunciou que havia tomado a decisão de diminuir o tráfego em todos os seus fluxos na Europa por 30 dias. Na sexta-feira, o Google fez o mesmo com sua plataforma de vídeos YouTube.

(Com AFP)

 

Confira os produtos da Etiquetaria Paulista!

Acesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *